>> Garanta seu Planejamento de Estudos clicando aqui <<



CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Se todo X é Y…

RESOLUÇÃO:

Se todo X é Y, então podemos dizer que X está dentro do conjunto Y (que é maior). Como nenhum Y é K, podemos dizer que o conjunto K está totalmente fora do conjunto Y.

Logicamente, como todo X está dentro de Y e todo K está fora de Y, podemos dizer que nenhum X é K.

Resposta: C (nenhum X é K)

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) O crescimento da produção…

RESOLUÇÃO:

Questão TOTALMENTE fora do edital. O tema aqui é porcentagem. Lembrando que o edital trata apenas de lógica dedutiva, argumentação, lógica indutiva e relações.

A resolução é a seguinte:

Em 2016 temos 918,7 e no ano anterior temos 889,6, o que significa um crescimento de 918,7 – 889,6 = 29,1. Percentualmente, em relação ao valor de 2015, temos:

P = 29,1 / 889,6 = 0,0327 = 3,27%

Resposta: B (3,2%)

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Há fumaça saindo do terminal…

RESOLUÇÃO:

O argumento é do tipo indutivo forte. Nele as premissas fornecem boas razões para embasar a conclusão, porém essas razões não são TOTALMENTE suficientes para garantir que, se as premissas forem verdadeiras, a conclusão também será. Neste exemplo, é possível que as premissas sejam verdade (haja fumaça no terminal e carros de bombeiros indo para lá) e, mesmo assim, a explicação para isso seja outra, que não o incêndio no terminal.

Note ainda que este argumento pode sofrer alterações em sua conclusão caso sejam adicionadas novas informações. Por exemplo, suponha que alguém ligou um gerador de fumaça no terminal e ligou para os bombeiros (dando um trote). Se tivermos essa informação em mãos, vemos que a conclusão passa a ser falsa. Dizemos que este argumento é NÃO MONOTÔNICO, pois a força de sua conclusão pode variar caso sejam apresentadas informações adicionais. Isto NÃO acontece nos argumentos dedutivos, somente nos indutivos.

Resposta: B (indutivo forte)

 

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Considere a sequência de números romanos…

RESOLUÇÃO:

Mais uma questão FORA DO EDITAL, que se limitava a lógica dedutiva, indutiva, argumentação e relações.

Levando a sequência para o nosso sistema de numeração, temos:

2, 5, 100, 12, 15, 90, 22, 25, 80, 32, …

Note que temos três sequências alternadas:

2, 5, 100, 12, 15, 90, 22, 25, 80, 32, …

Na sequência em negrito, basta ir somando 10 unidades. Na sequência em preto normal, basta também ir somando 10 unidades. E na sequência em vermelho, basta ir subtraindo 10 unidades. Continuando o preenchimento:

2, 5, 100, 12, 15, 90, 22, 25, 80, 32, 35, 70, 42, 45, 60, …

 

O 15º número é 60 e o 11º é o 35. A diferença deles é 25, que é o número da 8ª posição.

Resposta: B (8ª)

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Analise as afirmativas…

RESOLUÇÃO:

Questão TOTALMENTE FORA do edital. Embora fale em “dedução”, a sua análise implica no conhecimento de aspectos nada triviais da Física, como grandezas escalares, atrito, aceleração gravitacional etc.

 

a) Embora a descida no tobogã tenha uma aceleração inicial, pode ser que o atrito da criança com o tobogã contribua para reduzir ou manter a velocidade, de modo que não é correto deduzir que o movimento é acelerado. Este é o nosso gabarito.

b) Como a bolinha sobe contra a gravidade, ela vai desacelerando, ou seja, seu movimento vai sendo retardado. Correto.

c) Correto, pois se aceleração e velocidade tiverem o mesmo sinal, o movimento é acelerado, caso contrário, o movimento é retardado.

d) No movimento acelerado progressivo, aceleração e velocidade são no mesmo sentido. Correto.

Resposta: A (Em um parque…)

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) No natal, numa casa com muitos…

RESOLUÇÃO:

Questão de Análise Combinatória, TOTALMENTE FORA do edital.

 

Temos 5 algarismos. Temos 5 opções para o algarismo das unidades e 5 para o das dezenas, totalizando 5×5  = 25 números.

Resposta: B (25)

 

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Na árvore genealógica…

RESOLUÇÃO:

Podemos colocar a seguinte ordenação com as duas primeiras afirmações:

César –> Maurício –> Marta/Júlio/Luíza

Com as duas últimas, temos:

Júlio–>Clarice/Matheus–>Lúcia

 

Vemos que Lúcia é sobrinha de Clarice, pois ela é filha do irmão de Clarice (Matheus).

O avô de Lúcia é Júlio, e o seu bisavô é Maurício. Assim, Lúcia é bisneta de Maurício.

O pai de Matheus é Júlio, e o avô de Matheus é Maurício.

Marta é tia de Matheus, pois ela é irmã do pai de Matheus. Mas Marta é NETA de César, e não sobrinha. Esta é a afirmação errada.

Resposta: D (Marta é tia de Matheus e sobrinha de César)

 

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Seja O o centro de…

RESOLUÇÃO:

Questão de GEOMETRIA ANALÍTICA, também totalmente fora do edital.

Se a distância de uma reta até o centro do círculo é menor do que o raio do círculo, é porque a reta passa pela região interna do círculo, cruzando-o em dois pontos. Chamamos isso de reta secante ao círculo.

Resposta: A (secante ao círculo)

 

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Tendo em vista os argumentos…

RESOLUÇÃO:

Observe que o argumento fala de um OUTRO sistema estelar, e não o nosso sistema solar.

Também não temos elementos que garantam a existência de vidas alienígenas em nossa galáxia, e nem que o encontro com extraterrestres é questão de tempo.

De fato os cientistas sustentaram sua descoberta com base em resultados verificados por equipamentos adequados (neste caso, um novo método de aprendizado de máquina e dados coletados em um telescópio).

Resposta: D (eles sustentam…)

 

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Wanderson, Marcos e Sérgio…

RESOLUÇÃO:

Temso 3 homens (W, M e S), três cargos (P, VP, S) e três meios de transporte (M, O, B). Podemos montar a tabela:

Homem Cargo ocupado Meio de transporte
W P  VP  S M  O  B
M P  VP  S M  O  B
S P  VP  S M  O  B

 

Como Marcos anda de barca, podemos deixar este transporte com ele e tirar dos demais. Podemos tirar o cargo VP de Wanderson e deixar Sérgio com o cargo S, ficando:

Homem Cargo ocupado Meio de transporte
W P M  O
M P  VP B
S S M  O

 

Fica claro que Wanderson só pode ser o presidente, restando para Marcos o cargo de VP. Como quem anda de metrô não é o presidente, então Wanderson não anda de metrô, devendo andar de ônibus, sobrando o metrô para Sérgio:

Homem Cargo ocupado Meio de transporte
W P O
M VP B
S S M

 

Portanto, estão corretas as afirmações I, II, III.

Resposta: A (I, II e III)

 

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Sabendo que “a” é o maior…

RESOLUÇÃO:

Mais uma questão de GEOMETRIA, tema claramente FORA DO EDITAL.

 

Este é um triângulo retângulo, pois ele satisfaz o teorema de Pitágoras, que nos diz que a hipotenusa (maior lado) ao quadrado é igual à soma dos quadrados dos demais lados.

Resposta: A (retângulo)

 

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Observe a proposição a seguir…

RESOLUÇÃO:

Temos uma conjunção. Para negá-la, devemos negar os dois lados e trocar o E pelo OU.

A negação de “x é diferente de 35” é dada por x = 35.

A negação de “y é menor do que 30” é dada por “y é maior ou igual a 30”.

Ou seja,

“x = 35 OU y é maior ou igual a 30”

Não temos alternativa de resposta correta, pois nenhuma usa o conectivo OU.

Resposta: NULA (o correto seria: x = 35 OU y é maior ou igual a 30)

 

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Analisando e completando a tabela-verdade…

RESOLUÇÃO:

Podemos terminar o preenchimento da tabela-verdade assim:

p q ~q p^~q ~(p^~q)
V V F F V
V F V V F
F V F F V
F F V F V

Resposta: C (V, F, V, V)

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Ao sair de casa, Silvana…

RESOLUÇÃO:

Veja que estamos diante de um raciocínio lógico indutivo, no qual, a partir de casos particulares (pessoas que viram um gato preto e na sequência passaram por situações ruins), há uma conclusão generalizada – embora não explicitada no enunciado – de que os gatos pretos dão azar. Sendo ainda mais específicos, estaríamos diante de uma indução por enumeração incompleta.

Portanto, a rigor entendo que A e C são opções de resposta corretas, de modo que a questão deve ser ANULADA.

Resposta: A e C (raciocínio lógico indutivo / indução por enumeração incompleta – NULA)

 

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Determinar a ordem de grandeza…

RESOLUÇÃO:

Além de a questão estar totalmente fora do edital (trabalha matemática básica / notação científica), aparentemente há um erro no enunciado. No lugar de N < 10, deveríamos ter N < raiz de 10. Este erro ANULA a questão pois, conforme a interpretação, chega-se à resposta 106m e 1011m (pois a regra para N < 10 é aplicável às duas distâncias).

Como a raiz de 10 é aproximadamente 3,2, temos:

6,37 é maior do que raiz de 10, caindo na primeira regra, ou seja, a ordem de grandeza é 106+1 = 107.

1,49 é menor do que raiz de 10, caindo na segunda regra, ou seja, a ordem de grandeza é 1011.

Portanto, temos 107m e 1011m.

Veja ainda que, embora tenhamos colocado 1011m, não foi fornecida a unidade de medida “metro” para a distância da Terra ao Sol. Aparentemente este foi mais um erro do enunciado.

Resposta: A (107m e 1011m – mas deve ser ANULADA)

 

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) A NEGAÇÃO de “hoje…”

RESOLUÇÃO:

A negação de “p e q” é obtida negando-se as duas proposições e trocando o “e” pelo “ou”:

“Hoje NÃO é natal OU amanhã É domingo”

Resposta: B (hoje não é natal ou amanhã é domingo)

 

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Considere as seguintes proposições…

RESOLUÇÃO:

Podemos resumir as proposições assim:

p: Brasil democrático E Real Madrid francês campeão da copa do mundo

Aqui temos “V e F”, o que torna a conjunção falsa.

 

q: 14 é par OU 35 é um número múltiplo

Como 14 realmente é par, isto é suficiente para tornar esta disjunção verdadeira.

Resposta: B (F e V)

 

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Um entrevistador do setor…

RESOLUÇÃO:

Temos 3 mulheres (Aline, Fernanda e Alice), três graduações (L, F ou D), e três estados (RJ, ES, MG). Podemos montar a tabela:

Mulher Graduação Estado
Aline L, F , D RJ, ES, MG
Fernanda L, F , D RJ, ES, MG
Alice L, F , D RJ, ES, MG

 

Como a graduada em física não se chama Fernanda e nem Alice, só pode ser a Aline. Vemos também que Fernanda não fez direito (pois a graduada em direito fala dela) e não estudou no ES. Até aqui temos:

Mulher Graduação Estado
Aline F RJ, ES, MG
Fernanda L RJ, MG
Alice L , D RJ, ES, MG

 

Veja que sobra apenas Letras para Fernanda. Assim, sobra Direito para Alice. Fica claro que Alice não estudou no ES. A única que pode ter estudado lá é Aline. Temos:

Mulher Graduação Estado
Aline F ES
Fernanda L RJ, MG
Alice D RJ, MG

 

Como a graduada em letras (Fernanda) não estudou nem no ES nem em MG, ela só pode ter estudado no RJ, deixando MG para Alice:

Mulher Graduação Estado
Aline F ES
Fernanda L RJ
Alice D MG

Assim, a graduada em direito é Alice e concluiu seu curso em MG.

Resposta: B (a graduada em direito é Alice e concluiu seu curso em MG)

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Analise as afirmativas a seguir…

RESOLUÇÃO:

A afirmativa I é correta, esta é a definição de número primo.

A afirmativa II é incorreta. A fatoração está certa, mas 2 não é composto.

A afirmativa III está correta, 2 é o único natural par primo.

Os divisores de 144 são: 1, 2, 3, 4, 6, 8, 9, 12, 16, 18, 24, 36, 48, 72, 144. Outra forma de encontrar os divisores é decompondo 144 em fatores primos:

144 fator primo
72 2
36 2
18 2
9 2
3 3
1 3

 

Portanto,

144 = 24 x 32

Para saber o número de divisores, basta somar 1 unidade no expoente de cada termo da fatoração e então multiplicá-los, ficando:

(4+1)x(2+1) = 15. A afirmativa IV é correta.

 

A soma dos divisores de 144 é realmente 403, que é um número composto (não primo). Veja que é possível dividi-lo por 13. Assim, a afirmativa V é correta.

Resposta: D (I, III, IV, V)

 

CONSULPLAN – CÂMARA DE BH – 2018) Ao completar a tabela a seguir…

RESOLUÇÃO:

A condicional só é falsa na segunda linha, isto é, onde temos V–>F. Assim, a sua tabela verdade fica V, F, V, V.

Resposta: A (V, F, V, V)

Fonte: Estratégia Concursos

Conquiste sua aprovação de uma vez por todas! Supere os limites, bloqueios e dificuldades que estão te impedindo de alcançar a sonhada nomeação! Clique aqui e saiba um pouco mais!


Confira alguns materiais gratuitos:

Chat online