>> Garanta seu Planejamento de Estudos clicando aqui <<



Já foi publicado o edital do novo concurso do MP SP (Ministério Público do Estado de São Paulo) que vai preencher nove vagas imediatas, além de formar cadastro reserva, na carreira de analista técnico científico. As oportunidades estão distribuídas entre as especialidades de administrador (2 vagas), contador (4) e economista (3).

Para ser nomeado no cargo é preciso comprovar nível superior na área, experiência profissional mínima de três anos e registro no órgão de classe. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

A remuneração é de R$ 13.790,08 (composta por R$ 8.585 de salário básico e R$ 5.205,08 de gratificação de promotoria). Além do vencimento, o MP SP ainda oferece auxílio-alimentação no valor mensal de R$ 920 e auxílio-transporte no valor diário de R$ 13,92.

Os aprovados serão lotados nas seguintes áreas regionais: macrorregião I (capital, Grande São Paulo I, II e III, Santos e Vale do Ribeira); macrorregião II (Campinas e Taubaté); macrorregião III (Piracicaba e Sorocaba); macrorregião IV (Araçatuba, Bauru, e Presidente Prudente); e macrorregião V (Franca, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto).

O concurso para analista técnico científico do MP SP tem validade de dois anos, a contar da data da publicação da homologação do resultado final, prorrogável uma vez por igual período, a critério do Ministério Público do Estado de São Paulo.

Inscrição e provas

Organizadora do concurso, a Fundação Vunesp receberá inscrições a partir do dia 29 de outubro, por meio de sua página na internet (www.vunesp.com.br). A taxa para se candidatar é de R$ 140 e o prazo vai até 7 de dezembro.

Os participantes serão avaliados por meio de provas objetiva e dissertativa, ambas de caráter eliminatório e classificatório. Com duração máxima de cinco horas, elas serão aplicadas no dia 10 de fevereiro de 2019, no período da tarde, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser divulgado no site da Fundação Vunesp a partir do dia 29 de janeiro.

A prova objetiva será composta por 60 questões do tipo múltipla escolha, sendo dez de língua portuguesa, dez de matemática, dez de noções de informática e 30 de conhecimentos específicos.

Já a prova dissertativa, que deverá ser manuscrita em letra legível, será constituída de um caso prático para ser solucionado (estudo de caso). Será avaliado o domínio do conhecimento técnico, a compreensão e o desenvolvimento do tema na estrutura proposta, a solução dada ao caso e o domínio da norma padrão necessários ao desempenho do cargo/especialidades.

Confira mais detalhes no edital do concurso para analista técnico científico do MP SP (2018)

Fonte: Alerta Concursos

Chat online