>> Garanta seu Planejamento de Estudos clicando aqui <<



O governador eleito no Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou, em entrevista concedida nesta terça-feira (30) ao Jornal Bom Dia SP, da TV Globo, que pretende criar, ao longos dos quatro anos de mandato, 21.000 vagas na área de segurança pública. Do total de postos, 13.000 serão para a PM/SP (Polícia Militar) e 8.000 para a PC/SP (Polícia Civil).

Doria disse que uma de suas propostas é aumentar o número de vagas oferecidas por meio de concursos públicos. Na área da segurança ele se comprometeu a contratar novos policiais e reforçar a segurança nas ruas, além de valorizar os profissionais da área.

“Vamos obviamente aumentar o efetivo da Polícia Militar, abrindo novos concursos. Já faz tempo que a PM não abre novos concursos. Temos um contingenciamento de 13 mil policiais militares e 8 mil policiais civis. Então também vamos prestigiar a Polícia civil, contratando e recolocando nas delegacias os delegados, assistentes e escrivães”, afirmou o governador.

O que não se sabe ainda é se essas 21.000 vagas anunciadas por Doria serão preenchidas por meio de novos concursos ou de seleções em andamento que foram realizadas recentemente e seguirão em validade até praticamente o fim do mandato do tucano.

A PM/SP abriu recentemente, entre 2017 e 2018, dois concursos para o cargo de soldado que, juntos, somam 5.400 vagas. Além disso, a corporação já possui autorização para abrir uma seleção com 190 postos na carreira de oficial do Barro Branco.

A Polícia Civil/SP, por sua vez, realizou diversos concursos também entre 2017 e 2018. Ao todo, eles selecionaram profissionais para 2.750 vagas nas funções de agente, escrivão, papiloscopista, agente de telecomunicações, delegado e investigador.

Em todos os casos, os certames têm validade de dois anos, mas ela poderá ser prorrogada por mais dois anos, a critério das corporações.

Fonte: Alerta Concursos

Chat online